Qual a importância da contabilidade fiscal para a sua empresa?

Gerenciar uma empresa não é uma tarefa simples. É preciso ficar atento às taxas e impostos que são cobrados para manter a sua empresa ativa.

A contabilidade fiscal ou contabilidade tributária é o setor da contabilidade responsável por gerenciar e controlar o recolhimento de tributos. O cálculo do PIS, COFINS, lucro apurado, os bens relacionados ao patrimônio da empresa, registro de tributos, todos estes serviços que são fundamentais para a existência da empresa são de responsabilidade do setor de contabilidade.

Para que você compreenda a gravidade destes tributos, vamos explicar um pouco mais sobre o impacto que eles causam na sua empresa.

Por que devo contratar um contador?

Embora você possa ter muita experiência em administração de empresas, o contador é o profissional especializado em tributos. Porém nem todas as empresas possuem recursos financeiros para investir neste tipo de profissional.

A solução é contratar uma assessoria de contabilidade. Um contador fica responsável por avaliar e orientar o empresário sobre quais medidas ele deve tomar para poder regularizar a empresa. Este profissional também é capacitado para identificar problemas como: sonegação fiscal, fraudes, adulterações patrimoniais, entre outros fatores que podem arruinar a sua empresa.

Quais os riscos de não estar cumprindo com as leis fiscais?

É importante esclarecer que o Brasil é o 14º país com as maiores cargas tributárias do mundo, porém se analisarmos os 30 primeiros, o nosso país é o que tem o retorno mais baixo.

Embora esta não seja a melhor das notícias, o recolhimento incorreto pode gerar complicações legais para a empresa, além de multas altíssimas.

É necessário ter uma estrutura técnica focada em contabilidade fiscal para que sua empresa esteja preparada para cumprir todas as exigências que são impostas pelo Fisco.

A contabilidade tributária requer uma análise minuciosa do contador, o que demanda tempo, já que ele precisa analisar centenas de documentos. Também é preciso estar atento às mudanças nas leis para que não se perca tempo com informações desatualizadas, gerando cálculos sobre tributos incorretos, o que acabará inviabilizando o processo.

O recolhimento de impostos é algo levado muito a sério no Brasil. No final de 2018, 628 mil declarações caíram na malha fina. Se a sua empresa for notificada pela Receita Federal, sob a alegação de sonegação fiscal, a multa é de 75% do valor sonegado.

Então, se você deseja reduzir os custos da sua empresa e evitar pagar multas, o recomendável é ter a orientação de um contador.

Como o contador irá atuar na minha empresa?

Para quem necessita manter a empresa regularizada, porém sem o viés de ter que se preocupar com as exigências legais, é importante entender quais serão as possíveis atividades desempenhadas pelo contador. Ele será responsável por:

    • Elaboração e organização da folha de pagamento: ele ficará encarregado de  realizar os descontos legais, definir os tipos de contrato, parcelas que não entram na remuneração etc.;

  • Cálculo correto dos impostos: como dissemos anteriormente, é de extrema importância para que sua empresa não sofra com as complicações legais;

    • Compromisso com os órgãos governamentais: entre suas funções, está a elaboração da escrituração, apuração e a entrega das obrigações acessórias da empresa;

  • Livros e relatórios contábeis: nestes documentos, o contador irá colocar relatórios com informações importantes sobre a saúde financeira e o cenário econômico-financeiro da empresa.


O último tema é tão importante, que iremos explicar de forma mais detalhada no próximo tópico. Assim você entenderá a importância dos livros e suas funções.

Livros contábeis são obrigatórios?

Sim, da mesma forma que os relatórios e o diário. Todos devem ser elaborados, emitidos e assinados por um contador especializado e pelo empresário, como previsto na legislação.

Quais os outros livros necessários para a contabilidade fiscal?

Embora o contador esteja apto a orientar o empresário sobre quais os livros são necessários, iremos abordar o funcionamento de alguns deles, que são:

  • Livro Caixa: ele é opcional para a maioria das empresas, exceto para as que são tributadas pelo Simples Nacional. Ele permite que os administradores visualizem com facilidade e de forma cronológica, as entradas e saídas da empresa;

  • Livro Razão: este livro é responsável por controlar os saldos das contas registradas no diário, de forma individual e resumida. Havendo contas em aberto e que não foram honradas e tudo que afeta o patrimônio empresarial;

  • Livro Diário: aqui ficarão registradas todas as movimentações de valores da empresa, mesmo aquelas que não afetam as finanças. Tudo é documentado com datas, valores lançados e um breve histórico por escrito.

Controlando a gestão financeira da empresa

A contabilidade tributária requer profundo conhecimento, pois caso algo passe despercebido, seja por imperícia ou negligência, sua empresa poderá ser processada em milhões de reais.

Para facilitar o dia a dia das pequenas e médias empresas, nós da Consultoria RR contamos com profissionais altamente qualificados e com larga experiência no mercado. Entre em contato conosco e agende uma apresentação!

Deixe seu comentário