Como montar um consultório de psicologia

É essencial saber como montar um consultório de psicologia para atuar na área

Segundo a OMS, o Brasil é o país mais ansioso do mundo, ou seja, é o país com o maior número e porcentagem de pessoas com ansiedade. E isso tende a piorar, já que a pandemia do novo coronavírus aumentou em 80% os casos de ansiedade. Portanto, quem souber como montar um consultório de psicologia poderá atender essa demanda da sociedade atual.

Porém, a formalização não é tão alta nessa área como se imaginaria. De acordo com dados do Levantamento de Informações Sobre a Inserção dos Psicólogos no Mercado de Trabalho Brasileiro, cerca de 42% dos psicólogos no Brasil atuam por conta própria e 8,9% atuam sem carteira de trabalho assinada. Existe uma grande massa de potenciais profissionais sem formalização, o que pode gerar problemas no futuro.

Se você quer se formalizar e atuar nesse mercado do jeito certo, precisa aprender como montar um consultório de psicologia. Quer saber o que fazer? Então siga a leitura abaixo!

Como montar um consultório de psicologia em 5 passos

1. Registre-se no Conselho Regional de Psicologia

O primeiro passo para poder montar um consultório de psicologia é se registrar no Conselho Regional de Psicologia do seu estado. Essa necessidade é requisito básico da legislação para quem deseja atuar na área.

O registro é necessário para poder garantir aos clientes que o psicólogo segue os requisitos básicos da profissão, incluindo o seu Código de Ética, além de estar submetido às leis e regulações da área. Para completar, o registro ainda garante que apenas pessoas formadas em Psicologia possam atuar na área. 

Caso você não tenha um registro, está vulnerável às penalizações descritas no Decreto 3.688/41, que diz no seu artigo 47 que, quem exercer profissão sem preencher as condições a que por lei está subordinado, está sujeito à pena de prisão simples, de quinze dias a três meses, ou pagamento de uma multa.

2. Tenha um plano de negócios

Depois de conseguir o registro no CRP, o próximo passo é pensar em um plano de negócios. Basicamente, esse documento consiste em um planejamento para a atuação do seu consultório.

Por exemplo, como o consultório será dividido? Ele será apenas seu ou poderá ser usado também por colegas? Além disso, de onde virão os seus clientes? Você pretende fazer marketing, investir no boca a boca ou trabalhar com convênios de planos de saúde?

É importante que essas questões estejam no plano de negócios, de modo a servirem de orientação para as suas ações. Se o objetivo é não trabalhar com planos de saúde, por exemplo, é importante mirar em outro tipo de público. Como atraí-los? Você oferecerá a primeira consulta de graça? Qual será o valor de cada consulta? Os pagamentos são mensais ou por consulta? Isso deve ser bem estabelecido antes mesmo de abrir o consultório.

3. Escolha um bom lugar para o atendimento

Em seguida, você precisará de um local para poder abrir o seu consultório. Esse espaço deve ter alguns requisitos mínimos para que possa acomodar adequadamente um consultório de psicologia.

Em primeiro lugar, ele precisa de uma sala de espera, banheiro e sala de atendimento, no mínimo. O ideal é que possua mais de uma sala de atendimento, caso mais psicólogos venham a trabalhar no local.

Depois, é necessário que a sala de atendimento tenha isolamento acústico, para que não seja possível ouvir o que se fala lá dentro. Isso é essencial para garantir a privacidade dos pacientes.

Além disso, é importante que o local esteja bem localizado. Se você for montar um consultório em uma cidade com metrô, como São Paulo, opte por um local perto de uma estação. Se a cidade não tiver metrô, então tente escolher um espaço perto de uma linha de ônibus importante. Afinal, boa parte dos seus pacientes possivelmente irão usar o transporte público.

Por fim, é importante decidir se o ideal é comprar o espaço ou alugá-lo. Para quem está começando, o aluguel é mais acessível, mas também representa um custo mensal a ser considerado na contabilidade.

4. Obtenha os documentos para formalização da empresa

O próximo passo é lidar com a burocracia de abrir um consultório de psicologia. O processo é complexo e pode levar alguns dias. Uma das primeiras coisas é conseguir um CNPJ e um NIRE. São números de inscrições da sua empresa na Junta Comercial e na Receita Federal. O primeiro pode ser feito online, no entanto ele exige o segundo. O NIRE, por sua vez, deve ser obtido na Junta Comercial da sua localidade e exige um Contrato Social, documentos dos sócios e Ficha de Cadastro Nacional.

Além deles, ainda será necessário o IPTU do imóvel onde o consultório será montado, alvará de funcionamento e alguns outros documentos específicos de cada localidade. Por isso, é necessário pesquisar com a Prefeitura local quais são os documentos exigidos para um consultório de psicologia na cidade.

5. Tenha os equipamentos básicos para o atendimento

Por fim, é essencial que o seu consultório tenha alguns equipamentos básicos. Por exemplo, é necessário uma poltrona para o psicólogo e outra para o paciente, além das cadeiras na sala de espera. Além disso, é preciso também um divã para o atendimento, toda a decoração, mesas de apoio, arquivos com informações sobre cada caso e muito mais.

Um item recomendado é um computador com conexão à Internet, caso o paciente queira fazer uma consulta a distância. Isso se tornou muito comum durante a pandemia do novo coronavírus.

Agora que você já viu como montar um consultório de psicologia, pôde perceber que o processo é complexo. Se você precisar de ajuda para lidar com todas as tarefas, não hesite em contactar quem tem experiência no assunto.

Nós, da RR Soluções em Contabilidade e Finanças, ajudamos mais de 420 empresas a serem abertas apenas no ano de 2019. Nós podemos ajudá-lo para que o seu negócio saia do papel também!

Por isso, entre em contato com a nossa equipe e saiba como podemos ajudar a lidar com toda a burocracia para que você abra o seu consultório, enquanto você foca apenas na parte mais importante, que é o plano de negócios e a busca pelo local ideal!

Deixe seu comentário

WhatsApp chat