Como fazer o planejamento para abertura de empresas em São Paulo?

Planejar-se para a abertura de empresas em São Paulo é essencial!

A cidade de São Paulo é a melhor do país para empreender, de acordo com índice do Sebrae. Por isso, não é uma surpresa ver que muitas pessoas, inclusive gente de outros estados, viajam para fazer a sua abertura de empresas em São Paulo e tentar realizar o sonho de empreender na capital paulista. No entanto, não dá para iniciar um negócio sem nenhum tipo de planejamento. É importante ter um plano de negócios para aumentar as chances de sucesso nessa empreitada.

E não pense que estamos exagerando. Também, de acordo com o Sebrae, 50% de todas as empresas no Brasil fecham as portas em menos de 4 anos. Existem muitas razões para isso, mas uma delas é o fato de não haver um plano de negócios bem montado no início do empreendimento. Assim, sem uma base estável e sólida, o negócio sucumbe por causa do seu próprio peso.

Se você quer empreender do jeito certo e aumentar as suas chances de ser bem-sucedido na empreitada, precisa saber como se planejar para a abertura de empresas em São Paulo. Quer aprender tudo isso? Então siga a leitura abaixo!

Quais os benefícios de empreender em São Paulo?

Segundo um índice montado pelo Sebrae, a cidade de São Paulo é a melhor do país para se empreender. Mas por que isso acontece? Quais são os benefícios de abrir uma empresa na capital paulista? Existem muitos benefícios! Afinal, a cidade tem o maior PIB do país, equivalente ao de outras 4.305 cidades juntas. Veja a seguir algumas das vantagens de começar seu negócio na capital paulista!

Mercado consumidor

A cidade de São Paulo tem um gigantesco mercado consumidor, capaz de gerar uma demanda praticamente insaciável. São dois elementos em particular que fazem com que haja um alto potencial de consumo na capital paulista: a quantidade de pessoas (é a cidade mais populosa do Brasil) e o alto poder de compra delas. 

Isso faz com que muitos tipos de negócios possam nascer e dar certo em São Paulo, sendo que provavelmente isso não seria possível em cidades com menor capacidade econômica.

Recursos

Um benefício bem interessante da cidade de São Paulo é a grande quantidade de recursos existentes por lá. Isso significa que existem muitas empresas na capital, permitindo uma miríade de insumos e recursos oferecidos por esses fornecedores em potencial.

Mão de obra

A cidade de São Paulo se destaca também por ter uma ótima variedade de mão de obra. Em primeiro lugar, o número de habitantes é bem grande, o que cria uma boa diversidade de opções. Em segundo, como São Paulo tem algumas das melhores universidades do país, existem muitas pessoas capacitadas para as mais diversas posições por lá.

Como planejar a abertura de empresas em São Paulo?

Existem dois processos básicos para a abertura de uma empresa: o corporativo e o burocrático. Confira a seguir quais são os passos para planejar a parte corporativa da abertura da empresa!

Análise de mercado e viabilidade do produto

Antes de começar a pensar na empresa em si, é necessário saber se o seu produto ou serviço terá boa aceitação no mercado. Para isso, vale a pena encomendar uma pesquisa ou análise de mercado que teste a viabilidade do seu produto/serviço no setor que pretende atuar.

Identidade da empresa

O próximo passo é criar a identidade da sua empresa. Isso inclui o nome de impacto (e que não esteja registrado por outro empreendedor), assim como a identidade visual do negócio (logo, paleta de cores, etc.).

Plano de negócio

Com o sonho da empresa estruturado, é hora de determinar o plano de negócio. Esse procedimento consiste em descrever detalhadamente tudo que a sua empresa em formação precisará fazer não só para se estabelecer no mercado mas também para poder crescer e se desenvolver. 

Determinação de requisitos

O último passo teórico antes de abrir a empresa é determinar os requisitos mínimos para que possa colocar o negócio para funcionar. Isso inclui a estrutura que você precisará ter, insumos, equipe, requisitos legais e muito mais.

Aquisição de estrutura física

Por fim, é hora de ir atrás da estrutura física necessária para o seu negócio. Isso inclui um espaço (com as limitações básicas para a sua empresa e uma boa localização), máquinas, insumos e tecnologias básicas.

Qual a burocracia para abrir seu negócio em São Paulo?

Além da parte corporativa, é necessário definir alguns pontos burocráticos para abrir seu negócio. Veja quais:

  • natureza jurídica da empresa: ela será EIRELI ou EI? Sociedade Limitada ou Anônima? Existem muitas opções a escolher, cada uma com um tipo de contexto e regras;
  • regime tributário: existem 3 principais enquadramentos tributários para escolher, ou seja, o Simples Nacional, Lucro Real ou Lucro Presumido;
  • registros e alvarás: o processo precisará do desenvolvimento e registro de um contrato social da empresa, registro na Junta Comercial, inscrição municipal, cadastro na Caixa Econômica e Previdência Social, inscrição estadual e ainda a obtenção de alvarás de funcionamento e sanitário, dependendo do tipo de empresa.

Agora que você já viu a importância do planejamento de abertura de empresas em São Paulo, especialmente na parte burocrática e contábil, deve estar pensando que precisa de ajuda para resolver todas essas demandas. Se for o caso, que tal contar com o apoio de quem tem todo o know-how para tirar a sua ideia do papel? Aqui na RR Soluções em Contabilidade e Finanças, nós já ajudamos mais de 420 empreendedores a começarem seus negócios no último ano. O próximo pode ser você! Para isso, entre em contato com a nossa equipe agora mesmo e saiba como podemos ajudar!

Deixe seu comentário

WhatsApp chat