Como montar uma clínica veterinária: confira o passo a passo

Saiba como montar uma clínica veterinária

Se você quer muito trabalhar com animais e estudou Medicina Veterinária na faculdade, provavelmente gostaria de aprender como montar uma clínica veterinária.

Afinal, empreender dessa forma daria a liberdade de poder trabalhar com o que ama e entrar em um mercado em franca ascensão no país. 

Isso porque o Brasil é o segundo país do mundo em quantidade de animais de estimação, cada vez crescendo mais. Essa demanda toda necessita que haja médicos veterinários prontos para ajudar a conservar a saúde dos bichinhos.

Além disso, mesmo com o novo coronavírus, a medicina veterinária é uma área de atividade essencial e, por isso, mantém-se aberta e funcionando.

Quer aprender então como montar uma clínica veterinária? Siga a leitura para ver o passo a passo sobre o assunto!

Como se preparar para abrir uma clínica veterinária?

Antes de começar a reunir a papelada para abrir a sua empresa, é necessário que você se prepare adequadamente para o negócio.

Basicamente, você precisará de dois pontos essenciais para garantir o seu sucesso como empreendedor:

  • noções básicas de administração de negócios;
  • um plano de negócios profissional e bem montado.

O primeiro item (o conhecimento de administração) é vital para impedir que a sua clínica veterinária siga o caminho que metade dos novos negócios seguem no Brasil: a falência em 4 anos.

Isso mesmo: 1 em cada 2 empresas abertas no Brasil fecham as suas portas em 4 anos de trabalho. Uma das principais razões disso é a falta de conhecimento para administrar um negócio.

Já o plano de negócios, nosso segundo item, é necessário para garantir a viabilidade econômica da sua clínica.

Às vezes, a sua região tem muita concorrência e seria necessário migrar para outra área para trabalhar. Em outros casos, o problema pode ser que você não cobrará um valor adequado para a demanda que terá.

Seja como for, é bom se preparar com conhecimentos e um plano de negócios para poder empreender adequadamente. Quer saber como? Veja algumas sugestões:

Como montar uma clínica veterinária?

Agora que você já se capacitou, é hora de falarmos sobre como montar uma clínica veterinária na prática. Afinal, qual será os passos necessários para colocar o seu negócio para funcionar?

Nós podemos definir o passo a passo de como abrir uma clínica veterinária nas seguintes tarefas:

  1. obter a estrutura básica exigida por lei;
  2. legalizar seu negócio na junta comercial;
  3. registrar sua clínica no Conselho Regional de Medicina Veterinária;
  4. obter a licença da Vigilância Sanitária no Centro de Controle de Zoonose da sua cidade;
  5. contratar uma equipe de funcionários;
  6. montar um plano de lançamento.

Vejamos a seguir como agir com esses 6 passos!

1. Obtenha a estrutura básica exigida por lei

A legislação do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) é o guia jurídico que devemos ter em mente na hora de pesquisar como montar uma clínica veterinária. Afinal, é essa legislação que determina a estrutura obrigatória para uma empresa dessas operar.

De acordo com a resolução nº 1.015 do CFMV, a estrutura mínima para uma clínica veterinária é a seguinte:

  • setor de atendimento e consultas;
  • setor de diagnóstico (radiologia, ultrassonografia e análises laboratoriais);
  • setor cirúrgico (caso opte pelo atendimento cirúrgico);
  • setor de internação (caso opte por oferecer internação);
  • setor de apoio e sustentação.

Vale lembrar que uma clínica veterinária, segundo a resolução, é definida como uma empresa que faz o atendimento de animais para consultas e tratamento clínico-cirúrgicos. Ela deve ter a presença de um médico veterinário devidamente registrado, que terá a responsabilidade técnica pelos atendimentos.

2. Formalize a sua empresa

Depois de você obter a estrutura mínima exigida pelo CFMV para funcionar, você deverá seguir para os próximos passos do caminho de como abrir uma clínica veterinária.

Basicamente, será necessário lidar com a parte burocrática do empreendimento, que é registrar a sua clínica na junta comercial da sua cidade, além do Conselho Regional de Medicina Veterinária e obter a licença da Vigilância Sanitária.

Cada região tem as suas regras próprias para isso, portanto é importante obter uma consultoria local para ajudar nisso.

3. Contrate funcionários e dê início ao atendimento

Com tudo devidamente registrado, o próximo passo é contratar os funcionários para colocar a clínica veterinária para funcionar.

Como visto, será necessário um médico veterinário para ser o responsável técnico pelos trabalhos. Além disso, será necessário ter técnicos laboratoriais, atendentes e, caso a clínica funcione 24 horas por dia, uma equipe credenciada para ficar o dia todo.

Depois de contratar todo o time, é só montar um bom plano de marketing para o seu lançamento e começar a funcionar. 

O recomendado é divulgar os seus serviços nas redes sociais com anúncios geolocalizados e segmentados por interesse, para poder impactar os donos de pets da sua região.

Quais outros cuidados para ter sucesso no empreendimento?

Esse passo a passo de como montar uma clínica veterinária é apenas o básico sobre o assunto. Podemos dizer que é o “esqueleto” do que fazer para colocar o seu negócio para funcionar.

No entanto, você ainda precisará de muito apoio e ajuda para fazer com que a sua clínica prospere. E a contabilidade terá função primordial nisso, sabia?

Pois é! Conseguir manter as contas organizadas e o negócio bem administrado é essencial para que a sua clínica tenha sucesso. Para quem não é especialista em contabilidade para veterinários, isso pode ser um desafio, especialmente por ter de lidar com regimes tributários e tantas outras informações.

Entretanto, não desista! Nós temos uma solução para você. Agora que você já aprendeu como montar uma clínica veterinária, entre em contato com a nossa equipe para saber como podemos ajudar o seu negócio a prosperar!

Deixe seu comentário

WhatsApp chat