Os 4 maiores desafios de contabilidade para empresas de TI

Nem toda empresa vive o mesmo dia a dia e passa pelos mesmos problemas. É por isso que existem problemas e desafios específicos de contabilidade para empresas de TI, que não afetam outros tipos de companhia.

Uma fábrica de chocolates ou um advogado não terão problemas com a declaração de rendimentos obtidos com a venda de aplicativos em lojas internacionais, como a App Store ou a Play Store, por exemplo.

Sabendo disso, é importante que a empresa de TI contrate uma consultoria de contabilidade que compreenda os seus principais desafios. Confira quais são a seguir!

1) Não ter uma consultoria de contabilidade atualizada e especializada

Um dos maiores desafios de contabilidade para empresas de TI é, sem dúvida, ter uma consultoria que seja atualizada e especializada no assunto. Vamos dividir essa questão em dois pontos.

O primeiro deles será sobre a questão da atualização. Uma empresa de TI trabalha com tecnologia e sempre busca por maneiras inovadoras e tecnológicas para tratar dos seus assuntos.

Contratos, por exemplo, são redigidos e assinados digitalmente. Reuniões são feitas por teleconferências. As apresentações de produtos ou resultados? Streaming!

Porém, grande parte das empresas de contabilidade no mercado ainda estão no Século passado, com toneladas de papéis, fichários e arquivos físicos. Isso é incompatível com as empresas de TI e cria muitos conflitos.

Por exemplo: como a empresa passará contratos para os contadores analisarem, se ela só trabalha com as versões digitais e eles só com papel?

Além disso, todo o fluxograma de trabalho é prejudicado porque a empresa de TI está acostumada a armazenar tudo na nuvem, em tempo recorde, enquanto os contadores analógicos carregam arquivos e pastas para lá e para cá.

O segundo ponto é a questão da especialização. O setor de TI é uma área de franca expansão no Brasil e no mundo, não só na quantidade de produção, mas também no tipo de atividade.

Há 10 anos, o iPhone tinha acabado de ser lançado; hoje, existem indústrias e indústrias nascidas para trabalharem com smartphones, desde desenvolvedores de aplicativos até produtores de conteúdo e fabricantes de peças.

Amanhã? Talvez nem usaremos mais smartphones.

Portanto, é importante ter alguém atualizado na área, seguindo de perto as mudanças na legislação para encontrar as melhores oportunidades para sua empresa.

2) Querer instalar um departamento de contabilidade para empresas de TI

Muitas empresas de TI são fundadas por sócios extremamente competentes em suas áreas de atuação. São profissionais exemplares em programação e criatividade para bolarem soluções práticas para o dia a dia.

Porém, na maior parte dos casos, são iniciantes em administrar empresas. Por esse motivo, acabam cometendo alguns erros simples, como querer ter um departamento de contabilidade interno.

O problema é que contratar um ou mais contadores para trabalharem exclusivamente dentro da empresa não é um bom negócio do ponto de vista econômico. O salário deles, mais compromissos patronais e outros gastos ultrapassam o valor cobrado por uma empresa terceirizada para fazer esse trabalho.

Por causa disso a empresa de TI perde competitividade no mercado, pois precisa atuar com custos maiores que os dos seus concorrentes.

3) Não saber qual o melhor regime tributário para seu caso

Um desafio muito comum para a contabilidade para empresas de TI é definir qual o melhor regime tributário para a companhia.

Parte deste desafio nasce da ausência de conhecimentos sobre cada um dos regimes tributários definidos na lei brasileira, claro.

A outra parte vem de não ter uma consultoria estratégica de contabilidade. Muitos serviços terceirizados são focados única e exclusivamente na execução de tarefas como fluxo de caixa, emissão de nota fiscal ou escrituração contábil.

Isso é muito importante, claro, mas não compreende todo o aspecto da contabilidade para empresas de TI. Uma parte importante do trabalho é fazer um bom planejamento tributário, prever taxas e impostos e pensar em reestruturações para diminuir os custos e aumentar os lucros da companhia.

4) Não saber como amortizar os bens materiais adquiridos durante o ano

A área de Tecnologia da Informação está em constante desenvolvimento e atualização. O que era verdade há 5 anos, pode não ser amanhã. Talvez nem seja hoje.

Mas não é só nos conceitos e cenários que a área vê mudanças. Todas as empresas de TI precisam atualizar constantemente seus equipamentos e bens materiais de trabalho.

Na prática, estamos falando de novos computadores, novos fones de ouvido, novos mouses, teclados, cadeiras, mousepads, livros e outros bens que podem (ou não, dependendo do caso) ser amortizados na declaração de Imposto de Renda da empresa.

Se essa amortização não for bem feita, esses investimentos deixam de cumprir esse papel e passam a ser simples gastos na contabilidade da companhia.

Deu para ver que as empresas de TI passam por situações muito específicas em relação à contabilidade, não é mesmo? É por causa disso que elas precisam de uma consultoria profissional, atualizada e especializada na área.

Optando pela consultoria, a companhia obtém o apoio contábil que precisa e pode crescer de maneira sustentável dentro do seu mercado.

Se você tem uma companhia dessas e procura por uma boa consultoria de contabilidade para empresas de TI, entre em contato com a gente e saiba como podemos ajudá-lo!

Deixe seu comentário